Intercâmbio em Portugal, concluído com sucesso, contribui para intensificar a cooperação dos jovens empreendedores do Interior da China, Portugal de Macau
2018-02-13 18:27:00

Intercâmbio em Portugal, concluído com sucesso, contribui para intensificar a cooperação dos jovens empreendedores do Interior da China, Portugal de Macau

Fonte: Direcção dos Serviços de Economia

A “Delegação de intercâmbio entre os jovens empreendedores em Portugal 2018”, organizada pela Direcção dos Serviços de Economia (DSE), com membros compostos principalmente por representantes de associações de jovens de Macau, já concluiu a agenda em duas cidades de Portugal, ou seja, em Lisboa e Porto, e regressou para Macau. Durante a estadia, a delegação visitou o Embaixador Extraordinário e Plenipotenciário da República Popular da China em Portugal, Cai Run, e efectuou um intercâmbio com representantes de vários centros de incubação, espaços de trabalho partilhados e grupos dos jovens empresários, para tomar conhecimento do ambiente de inovação e empreendedorismo juvenil de Portugal e respectivas políticas de apoio. Os representantes das associações de jovens de Macau que participaram nesta actividade de intercâmbio obtiveram grande inspiração nesta iniciativa, esperando que as experiências obtidas possam ser aplicadas nos futuros trabalhos de empreendedorismo juvenil. Os representantes do Interior da China manifestaram que, através da actividade de intercâmbio, eles se sentem as vantagens singulares de Macau enquanto plataforma entre a China e os países de língua portuguesa, estabelecendo uma ligação com associações de jovens de Macau e entidades relevantes de Portugal, o que contribui para a promoção conjunta dos futuros trabalhos de empreendedorismo juvenil na Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau. Por seu turno, os responsáveis das entidades relevantes de Portugal também reconheceram as funções de plataforma de Macau, considerando que Macau pode aproveitar plenamente as suas ricas experiências em incubação e as suas redes de ligação amplas, o que possibilita às startups de Macau olhar para o mundo e crescer-se.

Para promover ainda mais a cooperação e intercâmbio de inovação e empreendedorismo para jovens da China e dos países de língua portuguesa, valorizando o papel do Centro de Intercâmbio de Inovação e Empreendedorismo para Jovens da China e dos Países de Língua Portuguesa como plataforma de encontro e intercâmbio entre as startups do Interior da China, de Macau e dos países lusófonos, a DSE chefiou uma delegação composta pelos 20 membros, incluindo representantes do Instituto de Promoção e Investimento de Macau, Parafuturo de Macau Investment and Development Limited, organização de empreendedorismo juvenil em Qianhai, Shenzhen, bem como 11 associações de jovens de Macau, para realizar uma actividade de intercâmbio de empreendedorismo juvenil em Lisboa e Porto, Portugal, nos dias 5 a 11 de Fevereiro. Na companhia da Chefe da Delegação Económica e Comercial de Macau, em Lisboa, O Tin Lin, a delegação visitou, em primeiro lugar, o Embaixador Extraordinário e Plenipotenciário da República Popular da China em Portugal, Cai Run, que fez uma apresentação sobre o desenvolvimento económico de Portugal e a recente situação da cooperação sino-portuguesa nas áreas de investimento, economia e comércio. O Embaixador Cai Run referiu que a cooperação em investimentos entre a China e os países de língua portuguesa está cada vez mais intensificada, pelo que Macau deve reforçar a cooperação com Portugal na área de empreendedorismo e inovação no sentido de valorizar o papel de Macau enquanto plataforma sino-lusófona. O Director dos Serviços de Economia, Tai Kin Ip, apresentou ao Embaixador Cai Run o objectivo da visita que consiste em promover continuadamente os trabalhos do  Centro de Intercâmbio de Inovação e Empreendedorismo para Jovens da China e dos Países de Língua Portuguesa e acompanhar o andamento do Programa de Intercâmbio de Inovação e Empreendedorismo para Jovens da China e dos Países de Língua Portuguesa, na expectativa de promover o intercâmbio entre organizações de empreendedorismo juvenil de Macau, do Interior da China e de Portugal, partilhando experiências e inspirando novas ideias dos jovens empreendedores dos três lados.

A delegação visitou vários centros de incubação portugueses de modelos de operação diferentes e com características distintas, bem como associações de jovens empresários, dando oportunidade para os membros da delegação a trocarem opiniões com os responsáveis dos referidos centros, associações e empresas instaladas nesses centros. Durante a estadia em Lisboa, a delegação visitou a Second Home que dá ênfase em partilha entre empresas e construção de grupos empresariais, a Fábrica de Startups que fornece formação e serviços de consultadoria, a Beta-i Lisboa que apoia o crescimento de startups através de investimento nas acções das mesmas, e a Associação Nacional dos Jovens Empreendedores que mantém uma ligação ampla com jovens empreendedores de Portugal; já no Porto, a delegação visitou a NIDE Porto que se dedica à compartilha dos espaços de trabalho para a formação de jovens em termos de inovação e empreendedorismo, o OPO’ LAB que se preocupa com a incubação dos projectos relacionados com produtos industriais e o Porto Design Factory que se esforça na formação de talento da forma “T” e na promoção da inovação revolucionária.    

Os representantes das organizações de jovens empreendedores que integraram a delegação consideram esta visita como uma boa oportunidade para conhecer as diferentes incubadoras de Portugal, obtendo muitas novas ideias e benefícios através do intercâmbio directo com os responsáveis de todas as organizações e associações. Os representantes da delegação também esperam que possam aproveitar as experiências obtidas e as ligações criadas nesta visita, aplicando-as no empreendedorismo juvenil de Macau, combinando sistematicamente os modelos de incubação adoptados nos diferentes incubadores de Portugal com o ambiente e a política de inovação e empreendedorismo de Macau por forma a contribuir para cultivar os startups de Macau. Além disso, para acompanhar o Programa de Intercâmbio de Inovação e Empreendedorismo para Jovens da China e dos Países de Língua Portuguesa lançado nos finais do ano passado, os primeiros três participantes, jovens empreendedores de Macau, do Programa também acompanharam as actividades da delegação e partilharam com os membros da delegação as experiências na formação e incubação em Portugal. Estes participantes referiram que através do Programa eles apreenderam novos conhecimentos na operação empresarial, encontrando novas oportunidades para o futuro desenvolvimento das suas empresas. Através da participação nas actividades de intercâmbio, foi alargada a sua visão e criada maior rede e ligação comercial, o que contribui muito para a exploração dos mercados e negócios após o regresso a Macau e também para o desenvolvimento pessoal.

Os membros da delegação incluem: o Director dos Serviços de Economia, Tai Kin Ip, o Gerente das Relações Públicas da Autoridade da Zona de Cooperação na Indústria dos Serviços Modernos Shenzhen-Hongkong de Quianhai de Shenzhen, Lierence Li, o Adjunto do Presidente do Conselho de Administração da International Universities Innovation Alliance (IUIA), Jia Pengfei, o Administrador Executivo da Parafuturo de Macau Investment and Development Limited, Carlos Lam, técnica superior do Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau e representantes de 11 associações de jovens de Macau.



A delegação visita o Embaixador da República Popular da China em Portugal, Cai Run



A representante da Second Home, Iris Lorenço, apresenta a operação do centro de incubação e troca opiniões com os membros da delegação



Os membros da delegação ouvem, com atenção, as experiências de um representante empresarial da Fábrica de Startups e trocam opiniões com ele



A delegação visita o Porto Design Factory, um centro de incubação sito no Porto


Volta